jan 182018
MONTANDO SEU FOOD TRUCK
Existe um bom número de pessoas que sonham em ter e administrar o seu próprio negócio culinário. Contudo, abrir um estabelecimento é algo complexo, pois há inúmeras coisas para cuidar e necessita de dedicação total no “antes”, “durante” e no “depois”. Então será que vale a pena se arriscar em um ramo tão complexo e de difícil gestão? – SIM, ou melhor CLARO QUE SIM, pois o setor gastronômico possui um crescimento expressivo ao ano, independente da crise que nos afeta. Segundo a ABIA (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação) o setor de alimentos e bebidas cresceu 9,3% em 2016 em relação à 2015, com destaque para o setor de food service que apresenta um crescimento médio de 14% ao ano (2006-2016).
Agora que já informamos sobre o crescimento do mercado culinário, vamos voltar nosso foco para os Food Trucks, que têm seu crescimento impulsionado cada vez mais pela praticidade e pelos novos hábitos de consumo, uma vez que a população procura cada vez mais a alimentação fora de casa. De acordo com uma pesquisa realizada pelo SEBRAE, dos 63 Food Trucks pesquisados,
35% recebem entre R$5.000 e R$10.000 mensalmente, para 25% o faturamento gira em torno de R$10.000 a R$15.000 e 24% garante que a margem de lucro é maior que R$20.000.

Para montar seu food truck, alguns passos são importantes para se obter sucesso nesse empreendimento:

Montando seu food truck


1 – O primeiro passo é ter paixão pelo negócio:  Não empreenda apenas porque é algo legal, mas porque é um bom modelo de negócio. E tenha em mente que qualquer empreendimento envolve riscos.

2 – Fuja dos cardápios complicados:
O segredo desse negócio é oferecer uma comida diferenciada, que fuja dos padrões das grandes
lanchonetes ou restaurantes, e junto com isso, por um preço convidativo. Porém é importante realizar esse objetivo fugindo dos cardápios complicados, de difícil preparo ou finalização, pois o espaço disponível em seu ambiente de trabalho será muito pequeno para a execução dos pratos, além da questão do tempo de preparo.
3 – Consulte a legislação de sua cidade:
É necessário consultar a possibilidade de implementação desse tipo de negócio em sua cidade.
No caso de São Paulo, onde aconteceu a primeira explosão dos Food Trucks, existe uma legislação municipal específica para esse tipo de comércio, já algumas outras cidades que já adotaram o Food Truck, não possuem legislação específica, mas também não têm qualquer oposição a esse comércio.
4 – Determine qual será o cardápio do seu Food Truck:
Tenha em mente que o que será servido irá influenciar o custo e a estrutura que será necessária na customização. E lembre-se que uma das características do público do Food Truck é a pressa, e essa demanda deve ser atendida juntamente com a questão da qualidade, por isso opte por um cardápio sofisticado, mas de simples preparo e finalização.
Montando seu Food Truck
5 – Estrutura para o Food Truck:
A estrutura para montar um food truck é composta por dois elementos básicos: o caminhão em si, e a estrutura para a cozinha. São nesses elementos distintos que vai estar a engenharia financeira final que irá determinar o valor do capital a ser investido. O custo irá variar muito em função do tamanho do negócio que você pretende montar; uma dica para reduzir seu investimento inicial, talvez seja optar por um veículo usado.
6 – Adaptação e customização do seu Food Truck:
A determinação do cardápio com o qual irá trabalhar irá ditar o que será necessário em termos de adaptação. Se escolheu trabalhar com pratos quentes, a adaptação incluirá a instalação de fogão, forno e fritadeira em alguns casos; já se a preferência foi por comidas frias, como saladas, sanduíches pré-preparados e outras coisas do gênero, será necessário a utilização de refrigeradores para a conservação dos alimentos. O preço de uma adaptação varia entre R$30.000 – R$350.000, dependendo do tipo de veículo e da necessidade de possuir ou não uma cozinha industrial, de qualquer forma a melhor coisa a se fazer é consultar uma empresa especializada em adaptação de food truck para saber exatamente quanto será gasto, lembrando que se deve prestar atenção se a empresa solicitada segue as regras estabelecidas pelo Inmetro, ABNT e Denatran. Por fim, adote um design chamativo e elegante para o seu estabelecimento, pois existem muitas opções concorrentes e chamar a atenção com seu design irá ser um diferencial para ser o escolhido pelo cliente em dúvida.
7 – Por fim, faça um bom planejamento, tenha capital de giro e observe o mercado:
Faça um bom plano de marketing: saiba como, onde e para quem você vai vender, mostre sua marca e vá para lugares onde está o público que pretende atender e não deixe sua qualidade cair. Estude e fique atento as novidades do mercado, na legislação específica e pense na segurança
alimentar, pois com a validação do negócio, você será convidado a participar de shows e eventos, onde a receita obtida contribuirá para as suas despesas fixas e ampliará sua possibilidade de faturamento.
montando seu Food TruckEsperamos que nosso post tenha servido como uma boa introdução para fazer você iniciar nesse nicho que vem crescendo a cada dia no Brasil, mas recomendamos que você busque outros recursos para se especializar e se destacar no ramo dos Food Trucks.
Deixe um comentário para nós, e, não esqueça de seguir nossas Redes Sociais para ficar por dentro das novidades!

FacebookInstagramPinterest


Write a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *